Páginas

quarta-feira

"Oh meu deus! O que eu estou fazendo?"

Ela disse.
Neko ringu
'Essa é uma pergunta que você vai se fazer pelo resto da vida!'

Eu gostaria de ter dito a ela.

Ah cara, sim,
eu gostaria de ter dito a ela!

Eu queria e senti uma vontade
de abraça-la forte contra meu peito.
Deixar sua cabeça descansar em meu ombro,
enquanto acaricia os seus cabelos cacheados.

Eu queria que por um momento que fosse, por mais rápido que fosse, 
fazer com que ela se sentisse protegida e compreendida.

segunda-feira

Falando, mas com censura


quinta-feira

Hey amiga

Você não deve saber, ou deve...

A nossa vida passa, assim como as pessoas, as mágoas e os amores... enfim.
E tudo isso é uma questão das escolhas que fazemos para nós mesmos, para nossas vidas.
E como, eu já disse e ainda postarei:

'A vida é pequena por demais, para vivermos... ou melhor,
para deixarmos de viver certas coisas, de ter certas conversas, com certas pessoas.
De ter aquilo que gostamos junto de nós.'
Mas de toda e qualquer forma quero que saiba!

Eu fiz certas escolhas que julgava serem as certas.
E continuo fazendo-as.

Eu perdoei ou abri mão dos meus 'nunca mais'.
Para ter de volta coisas das quais eu sentia falta.
Mas, eu estaria mentindo se dissesse que esqueci tudo.
Mas ainda assim...

Eu nunca disse adeus...
ou ao menos escutei um.

Ultimamente...

Existe uma única coisa capaz de fazer eu me emocionar.
Ao ponto de ficar com os olhos lacrimejados,
mas não mais que isso.
Um desenho idiota e infantil para muitos,
que na realidade é um anime.

E sendo quem sou hoje,
não tenho vergonha de deixar uma lágrima...
escorrer por causa de um anime idiota e infantil.

E sim.
Existem muitas coisas pelas quais deveríamos chorar todos os dias.
Mas destas coisas, eu tenho... não vergonha, asca seria a palavra!

Eu recebi um elogio.

Hoje eu tive um péssimo dia!

Ele já começou errado comigo acordado.
Fui dormir de madrugada, acordei cedo,
peguei o ônibus esperando algo que não estava lá.
E ainda discuti com uma senhora por causa da porra da janela!

Mas, melhora a cara que temos que trabalhar...
a cara não durou da entrada até minha mesa.
Até porque não consegui chegar à ela!

Foram 6 horas de trabalho bem desanimadoras.
Mas, faltando uns 30 minutos para eu ir embora,
Eu recebi um elogio.
Na verdade, elogios por ter recebido um elogio de um cliente.
'...o problema é que tenho valores e códigos de honra do século passado...'
Eu não gosto de ser elogiado.
Primeiro, por eu estar acostumado a ser elogiado.
Segundo, ter por educação retribuir o elogio com um agradecimento e ou sorriso.
Terceiro, porque nas maiorias das vezes são elogios por atitudes que
supostamente deveriam ser normais a qualquer  um no dia a dia.

Eu divagaria mais sobre isso,
mas isso, já me encheu o saco!